O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou que o Reino Unido vai proibir a venda de automóveis e furgonetas com motores diesel e a gasolina a partir de 2030, dez anos mais cedo do que o previsto. Os veículos híbridos capazes de percorrer “distâncias significativas sem emitir dióxido de carbono” vão continuar à venda até 2035, avançou o governo em comunicado.
O Executivo de Boris Johnson prevê investir 1,3 mil milhões de libras (1,45 mil milhões de euros) na aceleraração da expansão de pontos de carregamento elétrico. A medida é parte de um pano ambiental, cujos detalhes vão ser divulgados hoje, com o qual Johnson quer “criar e apoiar” 250 mil empregos no Reino Unido, que em 2021 vai receber em Glasgow a 26.ª Conferência das Partes da Organização das Nações Unidas sobre o Clima, a designada COP26.


Source link